top of page

Nova área de atuação - Piscicultura


Com 12% da água doce disponível do planeta, um litoral de mais de oito mil quilômetros e ainda uma faixa marítima, o Brasil possui enorme potencial para a aquicultura. Além disso, o consumo de pescado está em alta no mundo inteiro, por ser considerado um alimento saudável e cada vez mais procurado por todas as faixas de renda.

Na última década, o consumo nacional de pescado aumentou mais de 100%, sendo que em 2013 o consumo médio por habitante/ano foi de 14,5kg.

Segundo dados da FAO, o Brasil poderá se tornar um dos maiores produtores do mundo até 2030, ano em que a produção pesqueira nacional teria condições de atingir 20 milhões de toneladas.

O crescimento da aquicultura não tem sido mais expressivo devido às dificuldades que os piscicultores encontram para o licenciamento ambiental, fato que restringe a utilização de crédito rural, uma vez que a atividade exige recursos para investimento e custeio.

Nesse sentido, a Barros Brasil Projetos inclui no seu portfólio a área de projetos aquícolas, atuando em estudos de viabilidade, licenciamento ambiental, suporte técnico à implantação e operação de projetos para produtores, para a indústria processadora de pescados e fábricas de ração para pescados (tais como peixes, camarões, rãs, algas, mexilhão, ostra, lagosta, dentre outras espécies).

Programas:

Proaquicultura - BNDES;

MCR 6.4 - BNDES;

PSI - BNDES (para a compra de maquinas e equipamentos);

FCO Rural - Linha de Financiamento de Apoio ao Desenvolvimento da Aqüicultura – Proaqua;

Pronaf;

Outras.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page